terça-feira, 18 de julho de 2017

Congresso Novas Vertentes Biotecnológicas para o Desenvolvimento Tecnológico-Social do Brasil




O Instituto de Química da USP-SP, o INSTITUTO NANOCELL, juntamente com a SOCIEDADE BRASILEIRA DE SINALIZAÇÃO CELULAR (SBSC), têm o prazer de promover o congresso Novas Vertentes Biotecnológicas para o Desenvolvimento Tecnológico-Social do Brasil.  Juntamente a este evento serão realizados o simpósio “Sinalização Celular na Biotecnologia do Futuro: Em busca de novos fármacos e biomarcadores”, o Workshop “Divulgando as Ciências” e será lançado o programa “Vozes da Ciência” que representa um canal on-line e aberto do Instituto Nanocell que terá grandes cientistas nacionais de renome internacional falando e discutindo sobre ciências, suas carreiras, projetos e desafios, assim como suas perspectivas para um Brasil mais rico, forte e inovador.

Público alvo: alunos de graduação e pós-graduação, professores do ensino médio, professores universitários, empresários e interessados em geral.

Período de 3 dias: 18/10/2017 a 20/10/2017

Local: Instituto de Química – USP, Av. Prof. Lineu Prestes, 748, Cidade Universitária, São Paulo, SP

Carga Horária: 40 horas (4ª f a 6ª f das 8:30 h às 12:30 h e 14:00 h às 20:00 h)

Objetivos:
Estabelecimento de uma rede de colaboração nacional envolvendo os 4 segmentos da biotecnologia com aplicações em distintas áreas das ciências e a promoção da geração de produtos comercializáveis através de empresas de biotecnologia

Datas importantes:
Período de inscrição: de 01 de junho a 30 de agosto de 2017

Contato:
Secretaria
E-mail: contato@institutonanocell.org.br
Assunto: Congresso NANOCELL

Inscrições nos sites:


Clique na imagem para ampliar

Fonte: Instituto NANOCELL

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Inscrições para o Programa de Acolhimento Estudantil (PAE) já começaram!!!


O Programa de Acolhimento Estudantil (PAE) 2017.2 será realizado no dia 25 de agosto, das 09h às 17h, na quadra do Instituto de Educação Física, no Campus do Gragoatá.

Para se inscrever para a feira de projetos e representações estudantis, participar da gincana e ler o regulamento, acesse: http://www.uff.br/?q=inscricoes-para-o-programa-de-acolhimento-estudantil-comecam-hoje

Em caso de dúvida você pode entrar em contato com a PROAES por e-mail ou telefone:

Pró-Reitoria De Assuntos Estudantis - Proaes 
📧 uffpae@gmail.com
☎ (21) 2629-5348



quinta-feira, 29 de junho de 2017

Conteúdos de acesso aberto do Portal de Periódicos da CAPES podem ser visualizados de qualquer lugar

Além dos títulos assinados, que dependem de reconhecimento de IP, o Portal de Periódicos oferece um vasto conteúdo livre, acessível por qualquer cidadão que deseja realizar pesquisas

O Portal de Periódicos indexa informações científicas de todas as áreas do conhecimento. O acervo da biblioteca virtual da CAPES abrange conteúdos assinados e outros de acesso livre, estes disponíveis para qualquer pessoa conectada à internet em qualquer lugar do Brasil e do mundo.

Os materiais de acesso aberto são de alta relevância científica e possuem conteúdo confiável para pesquisa, seguindo o padrão de qualidade definido para o acervo do Portal de Periódicos.

Um exemplo é o Directory of Open Access Journals (DOAJ), que opera como um diretório online que indexa e fornece acesso livre a revistas científicas conceituadas, revisadas por pares e em diversas áreas do conhecimento. A plataforma reúne cerca de 9.500 publicações de 126 países, somando mais de 2.5 milhões de artigos.

Outra base de conteúdo aberto é a Free Medical Journals. A editora defende o acesso irrestrito ao conhecimento científico, com o prenúncio de que isso terá um grande impacto na prática médica. São mais de cinco mil títulos disponíveis, distribuídos em tópicos que englobam especialidades da medicina.

Um terceiro exemplo é o Scientific Electronic Library Online (Scielo – Brasil). Além de uma ampla coleção de livros nacionais, o diretório oferece busca integrada de artigos de vários países: África do Sul, Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Espanha, México, Peru, Portugal, Uruguai e Venezuela. Os números registrados são de 1.249 periódicos, 39.651 fascículos, 573.525 artigos e 13.005.080 citações.

Para localizar as publicações livres o usuário pode utilizar qualquer ferramenta de busca do Portal de Periódicos ou, se não souber onde encontrá-las, é possível filtrar uma lista com esse conteúdo.

Basta entrar na opção Buscar base e clicar na aba “busca avançada”. No campo “tipo”, selecione “Sites com periódicos de acesso gratuito”. Depois é só clicar em “enviar” e conferir os links disponíveis.

Fonte: CAPES

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Produção Acadêmica do Programa de Pós-Graduação em Ciências Biomédicas é inserida no Repositório Institucional da UFF


A Biblioteca do Instituto Biomédico, começou no mês de junho de 2017, a inserir a produção acadêmica do Instituto Biomédico da UFF no Repositório Institucional da universidade (RIUFF).

O trabalho de alimentação do repositório institucional com a produção acadêmica e intelectual do Instituto, começou com a inclusão das dissertações do Programa de Pós-Graduação em Ciências Biomédicas da Universidade Federal Fluminense.

Os próximos documentos a serem incluídos no repositório serão os trabalhos de conclusão de curso da graduação em Biomedicina e os trabalhos de conclusão de curso, teses e dissertações do Programa de Pós-Graduação em Microbiologia e Parasitologia Aplicadas, tão logo as respectivas coordenações encaminhem ao setor resposnavel da Biblioteca os arquivos dos trabalhos em formato pdf.

Já se encontram disponíveis para consulta e acesso gratuito através do RIUFF as seguintes dissertações do Programa de Pós-Graduação em Ciências Biomédicas da Universidade Federal Fluminense:

Guerra e Silva, Débora. Estado Nutricional de Adolescentes em uso de antipsicóticos. 2016. 64f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biomédicas (Fisiologia e Farmacologia)) – Instituto Biomédico, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2016. Acesso em: <http://www.repositorio.uff.br/jspui/handle/1/3786>.

Mattos, João Dario Martins. Regulação do fluxo sanguíneo cerebral durante exercício isométrico de preensão manual: evidência da contribuição do sistema nervoso simpático. 2016. 39f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biomédicas (Fisiologia e Farmacologia)) – Instituto Biomédico, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2016. Acesso em: <http://www.repositorio.uff.br/jspui/handle/1/3780>.

Nunes, Thiago Coronato. Investigação sobre queixas de memória e transtornos associados em acadêmicos de medicina da Universidade Federal Fluminense. 2016. 46 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biomédicas (Fisiologia e Farmacologia)) - Instituto Biomédico, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2016. Acesso em : <http://www.repositorio.uff.br/jspui/handle/1/3778>.

Oliveira Neto, Jessika Geisebel. Impacto da suplementação materna com extrato aquoso de canela durante a lactação sobre a homeostase energética da prole adulta. 2016. 41f.  Dissertação (Mestrado em Ciências Biomédicas (Fisiologia e Farmacologia)) – Instituto Biomédico, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2016. Acesso em:<http://www.repositorio.uff.br/jspui/handle/1/3779>.

Paes, Juliana Ribeiro. Avaliação psicofisiológica de imagens de procedimentos cirúrgicos: efeitos da relevância ocupacional e dos traços individuais. 2017. 160 f. Dissertação ( Mestrado em Ciências Biomédicas (Fisiologia e Farmacologia))- Instituto Biomédico, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2017. Acesso em: <http://www.repositorio.uff.br/jspui/handle/1/3781>.

Rocha, Helena Naly Miguens. Apoptose e prejuízo na capacidade de reparo endotelial induzidos por fluxo sanguíneo retrógrado na hipertensão. 2016. 57f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biomédicas (Fisiologia e Farmacologia)) – Instituto Biomédico, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2016. Acesso em: <http://www.repositorio.uff.br/jspui/handle/1/3787>.

Santos, Nataly Melo dos. Análise do perfil de expressão e papel fisiopatológico de isoformas da p53 e da osteopontina em linhagens celulares de carcinoma de endométrio. 2016. 49 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biomédicas (Fisiologia e Farmacologia)) – Instituto Biomédico, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2016. Acesso em: <http://www.repositorio.uff.br/jspui/handle/1/3785>.

segunda-feira, 12 de junho de 2017

STI & HIV World Congress, XI Congresso da Sociedade Brasileira de DST e VII Congresso Brasileiro de AIDS

Acontecerá no Rio de Janeiro, no Windsor Convention & Expo Center, no período de 9 a 12 de julho de 2017, o STI & HIV World Congress.

Este Congresso representa a reunião conjunta bienal da Sociedade Internacional de Pesquisa em Doenças Sexualmente Transmissíveis (ISSTDR) e da União Internacional Contra as Infecções Sexualmente Transmissíveis (IUSTI), em parceria com a organizadora local, a Sociedade Brasileira de Doenças Sexualmente Transmissíveis (SBDST-Rio de Janeiro)

O evento será seguido pelo XI Congresso da Sociedade Brasileira de DST e o VII Congresso Brasileiro de AIDS, que serão realizados nos dias 12 e 13 de julho.

Mais informações no site oficial do evento: http://stihivrio2017.com


quinta-feira, 8 de junho de 2017

UFF no combate ao câncer: pesquisadores criam medicamento a partir da henna

Um grupo de professores da Universidade Federal Fluminense e da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), com o apoio de pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz-Bahia (Fiocruz-BA), desenvolveu uma nova substância que inibe o crescimento de tumores, especialmente o câncer de mama, um dos que mais matam no Brasil e no mundo. Com a descoberta, novas estratégias para o tratamento da doença podem ser desenvolvidas melhorando o quadro clínico e a qualidade de vida do paciente.

Para a criação da nova substância, denominada CNFD, os pesquisadores empregaram o extrato da folha de Lawsonia inermis L., popularmente conhecida como mehndi ou henna, “cosmético” usado na pintura de cabelos, pele e unhas. A pesquisa foi iniciada em 2013 por professores da UFF e ao longo do estudo os testes foram realizados pelos pesquisadores da Ufam e da Fiocruz-BA. Além de terem sido realizados em células tumorais, os testes foram aplicados em camundongos e revelaram uma redução significativa do crescimento e do peso do tumor sem quaisquer efeitos aparentes de toxicidade nos animais.

O uso de CNFD durante os testes foi mais eficaz em células tumorais, preservando as normais, diminuindo os efeitos adversos decorrentes da terapia. "Combater células cancerígenas não é uma tarefa fácil, pois elas se parecem muito com as células sadias. Esta descoberta, além dos benefícios em si, pode representar o primeiro medicamento sintético genuinamente brasileiro nas prateleiras das farmácias", destacou o professor do Departamento de Química Orgânica da UFF, Fernando de Carvalho da Silva.

Para o pesquisador da Ufam, Emerson Silva Lima, a descoberta de novas drogas, principalmente com baixo custo de produção, quando comparadas as que estão no mercado, pode ser uma alternativa interessante para muitos pacientes que são acometidos por esta doença. “Esperamos que o governo e/ou empresas privadas tenham interesse na tecnologia, para que um dia ela possa chegar ao mercado”, ressaltou.

O fármaco está sendo patenteado no Instituto Nacional de Propriedade Industrial e poderá chegar ao mercado em larga escala daqui a cinco anos, caso seja aprovado nos testes subsequentes e haja interesse da indústria no seu desenvolvimento.

Para o vice-reitor da UFF, Antonio Claudio Lucas da Nóbrega, "a UFF tem ampliado e fortalecido suas parcerias com o objetivo de produzir continuamente conhecimentos originais e transferi-los para a sociedade na forma de solução para os seus problemas. Nesse caso, uma nova molécula, uma vez testada adequadamente, poderá vir a salvar vidas, o que justifica de forma destacada nossa responsabilidade social"

Câncer no Brasil

De acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), “no país, a estimativa para o biênio 2016-2017 aponta a ocorrência de cerca de 600 mil casos novos de câncer”. Excluindo o câncer de pele não melanoma (cerca de 180 mil novos casos), em torno de 420 mil pessoas terão a doença, perfil semelhante ao da América Latina e do Caribe, onde os mais frequentes são de mama (58 mil) em mulheres e de próstata (61 mil) em homens. Ainda segundo dados do instituto, em 2016 a estimativa brasileira foi de 57.960 novos casos de câncer de mama. De todos os tipos de tumores malignos em mulheres, o de mama corresponde a 28%, a cada ano. Já nos homens, a doença é rara (1% do total).

“O trabalho conjunto dos professores e pesquisadores da UFF, Fiocruz-BA e Ufam traz mais do que uma nova substância, é a esperança de muitas mulheres. O novo fármaco é um avanço na química medicinal e pode substituir ou complementar os medicamentos que perderam a eficácia contra a doença”, explica o professor e pró-reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação da UFF, Vitor Francisco Ferreira.

Escrito por Jornalismo UFF
Fonte: UFF

segunda-feira, 5 de junho de 2017

UFF e Fiocruz firmam Convênio na área de Biossegurança

Escrito por proex

A Universidade Federal Fluminense e a Fundação Oswaldo Cruz firmaram, no dia 02 de maio de 2017, Convênio de Cooperação Técnica para o desenvolvimento de ações no âmbito do Ensino, Pesquisa e Extensão. A partir do “Projeto de Formação de Recursos Humanos em Biossegurança nos campi da Universidade Federal Fluminense e nas Unidades de Saúde da UFF” haverá o envolvimento das áreas de qualidade, meio ambiente, saúde do trabalhador, experimentação animal, gerenciamento ambiental e de resíduos entre outras afins. O Convênio também prevê o intercâmbio de profissionais e estudantes entre as instituições envolvidas.

Fruto de articulação entre a Pró-Reitoria de Extensão e a Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação, o Convênio está ligado ao Programa de Extensão Sensibilização e Capacitação em Biossegurança da UFF, coordenado na Universidade pelo Prof. Dr. Saulo Cabral Bourguignon. A Fiocruz será representada no Convênio pelo Pesquisador Dr. Flávio Rocha da Silva, do Laboratório de Bioquímica de Proteínas e Peptídeos.

O Convênio fortalecerá o desenvolvimento de ações extensionistas oriundas das diversas unidades acadêmicas da UFF e que se vinculem ao Programa de Extensão. Para maiores informações poderão ser realizados contatos com a equipe da Proex/Escola de Extensão pelos telefones (21) 2629-9957.

Fonte: UFF
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...